Manobras de ressuscitação

Texto escrito para o BabyCenter Brasil e aprovado pelo Conselho Médico do BabyCenter Brasil

Não é difícil fazer as manobras de ressuscitação. O importante é manter a calma, dentro do possível, e fazer o seguinte:

 

  1. Verifique o estado da criança

    A criança está consciente. Cutuque-a e tente acordá-la. Se ela não responder, grite para alguém chamar uma ambulância ou providenciar um transporte até o hospital (Se você estiver sozinha com a criança, faça a ressuscitação por dois minutos primeiro e só depois peça ajuda).

    Sem perder tempo, mas com calma, coloque a criança de barriga para cima numa superfície firme.

    Se houver sangramento, pressione o ferimento com um pano.

     
  2. Abra as vias aéreas da criança


  3. Incline a cabeça da criança para cima, levantando um pouco o queixo dela.

    Procure sinais de movimento ou de respiração, mas não demore mais de 10 segundos fazendo isso. Coloque o ouvido perto da boca da criança, buscando o som da respiração, e veja se o peito dela sobe e desce. Se ela estiver respirando, você vai sentir o ar no seu rosto.


  4. Faça duas respirações boca-a-boca


  5. Se a criança não estiver respirando, inspire, guarde o ar, tampe o nariz dela com seus dedos e cubra a boca da criança com a sua boca (em bebês, sua boca pode cobrir o nariz e a boca da criança ao mesmo tempo).

    Sopre devagar o ar, tomando cuidado para ele não escapar, até observar que o peito dela sobe.

    Se o peito não subir, isso quer dizer que as vias aéreas estão obstruídas, e a criança está engasgada. Veja aqui o que fazer para desengasgá-la.

    Se o peito subir, faça duas respirações seguidas, fazendo uma pausa entre elas para deixar o ar sair.


  6. Faça 30 compressões cardíacas


  7. Coloque a parte mais dura da palma da sua mão sobre o osso esterno, no centro do peito da criança. Ponha sua outra mão em cima da primeira. Procure manter os dedos sem tocar no peito. Mantenha seus cotovelos esticados.

    Faça então pressão firme para baixo, afundando o peito da criança mais ou menos até a metad e da espessura do corpo dela, e deixe o peito voltar à posição normal, para então fazer a próxima compressão.

    Faça 30 compressões rápidas, mas não bruscas (cada uma deve durar menos de 1 segundo). Quando completar as 30, faça mais duas respirações (como no item 3).


  8. Repita a massagem e as respirações


  9. Repita o ciclo de 30 compressões e duas respirações, até conseguir ajuda. Se alguém estiver levando vocês para o pronto-socorro, prossiga com as manobras durante o transporte.

    Mesmo que a criança acorde e pareça bem, leve-a ainda assim ao hospital.

    Infelizmente no Brasil são raros os cursos de reanimação para leigos. Esses cursos são bem mais difundidos no exterior, em países desenvolvidos, onde são algo quase obrigatório. Se algum dia tiver a chance de fazer um curso desses, faça. São técnicas que salvam vidas.